VOCAÇÃO ALÉM-FRONTEIRAS



FREIRAS COMBONIANAS DEIXAM PÁTRIA E FAMÍLIA PARA VIVEREM EM
TERRITÓRIOS DE MISSÃO. EM SÃO MATEUS, SÃO CINCO IRMÃS ATUANDO
NAS PASTORAIS JUVENIL E VOCACIONAL E NA DIMENSÃO MISSIONÁRIA
Por Bruna Honorato
Repórter

São Mateus – “O primeiro passo é o enamoramento, quando a menina se encanta pelo carisma comboniano. A partir daí passa a ser acompanhada por uma promotora vocacional, para que possa conhecer o fundador, a missão e ir trabalhando o próprio caminho da vocação”.
De acordo com a irmã Janete Santos de Castro, missionária comboniana que atua na Paróquia de São Mateus, esse é o período de discernimento para quem deseja desenvolver uma missão além-fronteiras pela congregação fundada em 1872 por São Daniel Comboni. Segundo a irmã Janete, ao optar pela vocação comboniana, a jovem fará uma experiência em Salvador, que dura entre quatro e seis meses.
“Neste momento, ela confrontará a sua opção com a formadora e, se estiver decidida, ingressa para iniciar as etapas formativas, que consistem em dois anos de postulantado e o mesmo tempo de noviciado”, explica Janete, acrescentando que a primeira fase é feita na capital baiana e a segunda em Quito, no Equador.
Fruto do sonho de Comboni para servir a África, as Irmãs Combonianas estão presentes em quatro continentes: África,  América, Ásia e Europa. A jovem que se identifica com o carisma comboniano fica ciente, desde o início, que a vocação será vivida fora do seu local de origem. “Ela vai deixar pátria, pai e mãe para viver a sua vocação batismal,
ser consagrada comboniana além-fronteiras”, frisa.
Janete explica que o carisma tem a finalidade de levar a evangelização, especificamente, para os povos que ainda não conhecem Jesus Cristo.
A irmã Janete professou os votos em 1992, sendo que por 12 anos serviu fora do Brasil, morando em Dubai, nos Emirados Árabes, na Jordânia e em Israel. Para irmã Janete, as
experiências vividas nestes países respondem o que é vocação missionária.
“É uma história de amor, de entrega da sua vida, dos seus sonhos e desejos nas mãos de Deus, para que ele realmente faça disto um instrumento de salvação para os pobres”.
Na Diocese de São Mateus, atuam cinco irmãs combonianas – além da Janete, as irmãs Sílvia, Silvana, Nazarena e a recém-chegada Loreta.
Elas trabalham na dimensão missionária, atuando na infância e juventude, com os encarcerados e nas pastorais juvenil e vocacional.
JOVENS
MISSIONÁRIOS
A irmã Janete relata a história de uma moça de Barra de São Francisco que se encantou pelo carisma comboniano, iniciou a formação e atualmente está no Equador, fazendo o noviciado. Neste sentido, Janete conclama os jovens para o chamado à vida religiosa: “Não tenham medo, abram-se à proposta da vocação missionária além-fronteiras. Deus
não tira nada de vocês, só engrandece aquelas potencialidades que já possuem”.


Artigo publicado na Tribuna do Cricaré/ São Mateus em 24/08/2013

Nenhum comentário :

Postar um comentário

 

Ir. Geny Maria da Silva

Av. Satrunino Rangel Mauro, 310 - Bairro Jardim da Penha

CEP 29060-770 – Vitória – ES

Fone: (27) 3227 – 0429

E-mail: vocacionadas@gmail.com